Paraibano

Futebol

Mais Esportes

/ / Santa Cruz vence Guarani no Arruda e mantém 100% de aproveitamento na Série B


Foi sofrido, mas o Santa Cruz conseguiu bater o Guarani no Arruda e seguir 100% na Série B. Mais ainda. O resultado garante o Tricolor no G4 ao final da rodada. O time começou pressionando e marcou logo no início da partida, dando sinal até que o resultado seria construído com tranquilidade, mas a postura defensiva adotada após o gol quase colocou tudo a perder. O Bugre, mesmo limitado, partiu para o ataque e conseguiu empatar o duelo. A estrela de Ricardo Bueno, entretanto, brilhou na sua estreia com um gol salvador aos 39 minutos da etapa final.

O jogo

O Tricolor começou deixando claro qual seria a sua principal arma ofensiva: as investidas pela ponta direita, com Nininho. Logo no segundo minuto, o lateral fez boa jogada e entrou na área, mas não conseguiu o passe para Pitbull. No minuto seguinte, a tabela com André Luís deu certo e o ala cruzou rasteiro na pequena área. O camisa nove fez valer o papel de centroavante e apareceu para abrir o placar.

A partir daí, a postura do time mudou. Mais recuado, como Eutrópio costuma armar a equipe, o Tricolor não demorou a abrir espaço para o Guarani e quase viu a vantagem no placar cair. Em dois lances consecutivos, aos 8 e 9 minutos, Bruno Nazário e Claudinho, respectivamente, saíram de cara com Julio Cesar, mas pecaram na hora de finalizar.
A partida caiu de ritmo. Os ataques do Santa Cruz esbarravam na limitação técnica dos pontas, Éverton Santos e Barbio. Uma outra chance de gol só voltou a aparecer aos 39, para o Santa Cruz, mais uma vez com Pitbull. O atacante ganhou na disputa com dois marcadores e saiu de cara com o goleiro, mas a finalização fraca parou nas mãos de Leandro Santos. Gol perdido. Juninho ainda levou perigo a Julio Cesar no último lance da etapa, mas o primeiro tempo terminou mesmo com a vantagem mínima coral no placar.

Segundo Tempo

Atrás do placar, o Guarani voltou para a etapa final pressionando o Santa, mas não foi eficaz em suas primeiras investidas. Insatisfeito, Vadão se lançou ainda mais ao ataque. Aos 23 minutos, já havia queimado as três substituições. Eutrópio, por sua vez, acionou Primão e Roberto - improvisado no meio de campo, como treinou durante a semana. A intenção era ganhar mais volume no setor e tentar explorar os contra-ataques.
Aos poucos, as estratégias foram dando cara à partida. As melhores chances, por consequência, foram da equipe que escolheu atacar. Julio Cesar ainda salvou em dois lances, mas não conseguiu evitar o empate do Bugre, gol marcado por Eliandro, aos 34.

O gol e as vaias das arquibancadas fizeram o Santa acordar. E não demorou para tirar proveito da fragilidade da defesa do Guarani. Aos 39, Tiago Costa aproveitou erro do adversário e cruzou na cabeça do estreante Ricardo Bueno, substituto de Pitbull, que cabeceou como manda o almanaque de atacante: para baixo. Com a vitória desenhada e o Guarani desgastado, não foi difícil segurar o 2 a 1 até o fim. Vitória suada, que garantiu o 100% de aproveitamento no início da Série B.
Ficha do Jogo

Santa Cruz 2

Julio Cesar, Nininho, Anderson Salles, Bruno Silva e Tiago Costa; Elicarlos, David, André Luis(Roberto), Barbio (Thiago Primão)e Éverton Santos; Pitbull(Ricardo Bueno).Técnico: Vinícius Eutrópio.

Guarani 1


Leandro Santos; Lenon, Genilson, Jussani e Eron(Bruno Souza); Auremir, Evandro e Juninho(Caique); Bruno Nazario, Claudinho(Edinho) e Eliandro. Técnico: Vadão.

«
Próximo

Postagem mais recente

»
Anterior

Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

Deixe seu comentário

Veja Também