Paraibano

Futebol

Mais Esportes

/ / Rafael Oliveira acha protestos normais, e espera vencer o CSA-AL para recuperar apoio da torcida


Sem marcar há dois jogos, o ataque do Botafogo-PB também é um setor que deixa a desejar nas sequência de quatro derrotas nas últimas quatro partidas disputadas pela Série C do Campeonato Brasileiro.

Com 20 gols marcados na temporada, mas apenas dois na terceira divisão – ele também teve dois gols legítimos anulados, um contra o Cuiabá, na estreia, e outro contra o Sampaio Corrêa-MA, na nona rodada -, o atacante Rafael Oliveira falou sobre o jejum dos homens de frente. Para ele, como os problemas defensivos são responsabilidade de todo o time, o mesmo se aplica para o ataque, que pouco vem produzindo.

A gente não depende de um só jogador. Não são só os zagueiros, volantes ou goleiros, e nem os atacantes. Sabemos da cobrança para voltar a fazer gols e sair dessa situação. Só dependemos da gente mesmo para a situação melhorar – relativizou.

Para voltar a marcar, o ataque botafoguense vai ter que vencer a melhor defesa do Grupo A da Série C. O CSA-AL tomou apenas seis gols em onze rodadas, sendo três deles no Rei Pelé, palco do confronto do próximo domingo (30). Por outro lado, o Belo foi o time que impôs a única derrota aos alagoanos até o momento. Pela segunda rodada, vitória botafoguense por 2 a 0 em João Pessoa.

Rafael Oliveira disse que essas estatísticas não entram em campo, e que no duelo do fim de semana será difícil, mas que espera voltar a vencer.

Cada jogo é uma história. Não dá para saber quem vai sair vencedor. Espero que a gente chegue lá, consiga fazer gols e sair com a vitória – disse.

Na entrevista do atacante, a invasão do treino da última terça-feira (25) pela torcida também foi tema. Rafael se garantiu tranquilo com a situação, e sabe que quando a fase melhorar, os torcedores vão voltar a aplaudir os jogadores.

Para mim, acostumado a jogar com time de bastante torcida, é normal. Vai servir como motivação maior ainda. Esperamos que eles venham e nos apoiem, e não critiquem os jogadores. Quando voltarmos a ganhar, vão estar nos apoiando da mesma forma – finalizou.

O Belo ocupa a sexta colocação na tabela de classificação do Grupo A da terceira divisão com 14 pontos. O CSA-AL, próximo adversário, é o líder, com 20. O lanterna, ASA-AL, tem 11. O resultado de domingo deve definir se a briga do time da estrela vermelha será na parte de cima ou de baixo da tabela nas últimas seis rodadas da competição.


Fonte: Voz da torcida

«
Próximo

Postagem mais recente

»
Anterior

Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

Deixe seu comentário

Veja Também